Os Voos da Xoana

3 lugares para praticar wakeboard em São Paulo e proximidades

Moramos em São Paulo e, aos finais de semana, gostamos de sair da cidade para curtir o ar puro da natureza e, sempre que possível, colocamos uma aventura ou um esporte na programação – formas deliciosas de eliminar o stress e recarregar as energias. Porém, nem sempre é possível viajar! Tudo bem! Encontramos uma solução que une o útil ao agradável: fazer wakeboard em São Paulo. Além de sair do tradicional, te permite praticar um esporte de certa forma radical, queimar umas calorias e, ainda, curtir a natureza.

O wakeboard é o esporte aquático que mais cresce no mundo e está ganhando cada vez mais a preferência dos brasileiros.

wakeboard em São Paulo

Wakeboardeando por ai…

Como funciona?

Ele é praticado sobre uma prancha em que a pessoa pode ser puxada por um barco, com auxílio de um cabo e manete (também conhecido como handle), ou em um “cable park”, em que uma estrutura de cabo te puxa.

Mas atenção: o esporte é contraindicado para pessoas com deficiência, problemas cardíacos, quem não sabe nadar e mulheres grávidas.

Onde praticar wakeboard em São Paulo?
1. Represa Guarapiranga

A Represa Guarapiranga é uma ótima opção para quem quer praticar wakeboard em São Paulo. Aqui, como em qualquer outra represa, lago ou mar, um barco/lancha te puxa. Aproveitando as duas ondas deixadas pela lancha, os “wakeboarders” podem fazer manobras, saltando de um lado para o outro.

wakeboard em São Paulo

Wakeboard na Represa Guarapiranga. Ao fundo, a igreja messiânica.

wakeboard em São Paulo

Enquanto descanso, o maridão salta sobre a marola do barco

wakeboard em São Paulo

Voooooa, maridão

wakeboard em São Paulo

Aquela descansadinha básica pós wake

Caso não queira praticar atividade física, não tem problema. Você pode passear de lancha, tomar um sol e relaxar.

Confira como foi o nosso dia de wake na Represa Guarapiranga, em Outubro de 2017:

Quanto custa praticar a atividade?

Os valores para fazer wakeboard na Represa Guarapiranga são cobrados por hora e variam de empresa para empresa. Algumas cobram R$ 350,00 a hora (com aulas e equipamentos), mas você não precisa (nem aguentaria) fazer uma hora. A sugestão é dividir o horário em 2 pessoas, assim cada uma faz meia hora (e você divide essa meia hora em dois turnos de 15 minutos). Parece pouco, mas é muito cansativo (e no dia seguinte certamente você vai sentir dores musculares).

Como chegar?

A Represa da Guarapiranga está localizada na região sul da cidade, cerca de 30 Km do centro. Lá você pode praticar diversos esportes náuticos, como o Wakeboard, Stand Up Paddle, Windsurf, KiteSurf, Vela, Remo e outros. Há alguns clubes e escolas na região.

2. Naga Cable Park, em Jaguariúna

Você pode fazer um bate-volta para curtir um dia no Naga Cable Park, localizado a 120 Km da capital paulista, em Jaguariúna. Ele possui uma estrutura no cabo, com 12 obstáculos em um sistema de cinco torres, em que até nove pessoas podem praticar ao mesmo tempo; e uma pista menor, para iniciantes.

wakeboard em São Paulo

Pista maior do Naga Cable Park; há outra menor para os iniciantes.

E se você nunca fez a atividade, não tem problema! Aqui é um ótimo lugar para aprender! Caso prefira, pode ficar apenas tomando sol e bebendo uma cervejinha (ou um suquinho).

Crianças a partir de 8 anos já podem começar a aprender o esporte, no sistema de 2 torres, e de 12 anos no sistema principal (desde que acompanhadas dos responsáveis, com documentos originais).

wakeboard em São Paulo

Vale a pena esperar para assistir o Sunset do Naga Cable Park, belíssimo

Outra opção para quem não quer praticar o wakeboard é a nova atração, que está enlouquecendo a criançada e até mesmo os adultos: o Floats, um circuito de equipamentos infláveis dentro da água, com 900 metros quadrados de atividades, como escorregador, escada de equilíbrio, balanço, trampolim etc.

Mas atenção: só pode brincar crianças a partir de 5 anos com a presença dos pais ou responsável, com documentos originais.

wakeboard em São Paulo

Floats, no Naga Cable Park

Inclusive, passamos o Dia das Crianças lá. Veja como foi o nosso dia:

#Dica BÔNUS 1

Procure chegar logo que o parque abrir, às 10h. Assim, você consegue aproveitar mais com o parque mais vazio.

Quanto custa?

(valores atualizados em Outubro de 2017)

A entrada no parque custa R$ 6,00 por pessoa. Para fazer 1h de wakeboard, você pagará R$ 70,00, com direito a empréstimo da prancha e colete salva-vidas. Caso queira fazer 2 horas, o valor total fica R$ 95,00 (vale a pena, né)? Eles também disponibilizam valores para a diária ou pacote mensal.

Como chegar?

Av. Pacífico Moneda, 349 – Jaguariúna/SP
Clique aqui e trace a sua rota

Horário de funcionamento

De terça a sexta, das 12h até o por do sol
Sábado, Domingo e Feriado: das 10h até o por do sol



Booking.com

3. Represa Jaguari, em Bragança Paulista

Caso queira ir um pouquinho mais longe, vale a pena conhecer a Represa Jaguari (também chamada de Piracaia), localizada em Bragança Paulista. É um espaço muito bacana para os esportes náuticos devido a sua água limpa.

wakeboard em São Paulo

Wakeboard na represa de Bragança Paulista, em 2015; auge da crise hídrica, por isso a represa estava com o nível de água tão baixo

wakeboard em São Paulo

Enquanto os amigos fazem wake, você descansa na lancha (e vale uns drinks, com moderação)

wakeboard em São Paulo

Sensação de felicidade e satisfação pós wake

Conheça as Escolas de Wake parceiras da Associação Brasileira de Wakeboard (ABW).

Como chegar?

Na rodovia Fernão Dias, assim que passar pelo trevo de Bragança, entre no quilômetro 20, no acesso para Piracaia. Dirija por mais cinco quilômetros por estrada de terra até chegar a uma das marinas.

*Ao fazer a sua reserva por meio dos links disponíveis neste blog, você não paga nada a mais por isso e ainda nos ajuda a manter o blog, com uma pequena comissão que recebemos destas empresas. Agradecemos a sua ajuda 😉

——————————————————————————————-

Ao viajar, lembre-se de contratar o Seguro de Viagem AllianzAo utilizar o cupom 2017AFL, ganhe 15% de desconto. Se preferir, clique aqui e faça a sua cotação diretamente no site.

—————————————————————————————————

Siga Os Voos da Xoana no Facebook, Instagram, Pinterest Youtube e acompanhe as nossas novidades.
728x90_BSB_IGU.jpg

7 comentários sobre “3 lugares para praticar wakeboard em São Paulo e proximidades

  1. Alice

    Sabia que tinha um em Campinas ? Fica a apenas 90km de SP 🙂
    Sempre gostei de esporte mas tenho medo de entrar na agua e nadar com peixe que no vejo e que me tocam KKK

  2. milzar

    Já tentei fazer Wake aqui no Lago Paranoá e não deu muito certo, rs. Meu negócio é Snowboard, mas mesmo assim, eu iria adora brincar com os brinquedos infalíveis. Pena que só é para crianças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *