Os Voos da Xoana

Os melhores (e piores) passeios em Campos do Jordão

Campos do Jordão para todos os gostos e bolsos

 

O friozinho começou e um destino muito procurado pelos paulistas (vi muito carioca dessa vez) é Campos do Jordão, localizado no interior de São Paulo. Também considerada a Suíça Brasileira, Campos fica na Serra da Mantiqueira, em torno de 2h30/3h da capital paulista. Neste post, selecionamos os melhores (e piores) passeios para se fazer na cidade.

Os melhores e piores passeios em Campos do Jordão

Portal da cidade de Campos do Jordão

Campos do Jordão é uma cidade que atende a todos os gostos e bolsos: desde passeios culturais até os radicais; dos gratuitos até os mais caros; em casal, família ou galera, em qualquer época do ano! Eu, aliás, gosto mais de visitar a cidade fora de temporada, quando fica mais vazia, mais gostosa para passear, olhar as vitrines, sentar para comer, tomar um vinho ou um chocolate quente, sem aquelas filas enormes. Além do mais, as diárias dos hotéis ficam bem mais baratas.

Minha família mora no Vale do Paraíba, cerca de 40 minutos de Campos do Jordão. Por isso, desde pequena costumo visitar a cidade para passear aos finais de semana. De criança, ia muito com a minha mãe; depois, passei a ir com os amigos para curtir os bares e as festas; hoje em dia, vou bastante com o maridão para apreciar a culinária e curtir a dois. Diferentes épocas e, mesmo assim, Campos continua sendo uma ótima pedida.

Independentemente com quem esteja indo, tenho certeza que vai adorar passar uns dias nessa charmosa cidade.

Os melhores e piores passeios em Campos do Jordão

Vila Capivari

Preparamos uma seleção de pontos turísticos para você conhecer. Como mencionei, há opções para todos os gostos e bolsos, portanto, escolha as opções que mais se encaixam ao seu perfil e ao tempo que ficará na cidade, e aproveite!

Passeios imperdíveis

  • Teleférico: o mais antigo do Brasil. Foi o primeiro a ser construído, em 1972. Ele sai da praça do Capivari e sobe até o Morro do Elefante. Uma certa dose de adrenalina para os mais medrosos e uma vista linda para apreciar. Há aqueles que gostam e os que odeiam!

Os passeios não precisam ser agendados e os ingressos são vendidos somente na Vila Capivari (R$ 15,00). Importante ressaltar que o teleférico só funciona nos dias de tempo bom.

  • Morro do Elefante: caso não queira usar o Teleférico, é possível subir até o Morro do Elefante de carro. Vale a pena conhecer e apreciar a linda vista do badalado centrinho. É daqueles passeios que fazemos tooodas as vezes que vamos em Campos e sempre rende lindos clicks. No local há algumas barraquinhas com souvenirs e uns peruanos tocando músicas típicas (dica: não vale a pena fazer compras aqui, os preços são mais altos).

Durante a visitação, eles dão dicas de harmonização das diferentes cervejas e você pode degustar 3 delas – Baden Crystal, 1999 e Chocolate. De brinde, cada pessoa leva pra casa uma tulipa Banden Baden. Mas atenção: eles pedem que a reserva seja feita com 15 dias de antecedência. Caso prefira correr o risco, você pode tentar uma vaga na hora, caso haja desistência, mas já adianto que a procura é grande. Portanto, a probabilidade de não conseguir entrar é alta! O valor da entrada é R$ 30,00.

  • Vila Capivari: é onde o agito acontece de dia e de noite. Recheada de bares, restaurantes, cafés e chocolaterias, é o ponto de encontro da “galera”. Muita gente caminhando de um lado para o outro, desfilando seus casacos e cachecois; promoters divulgando as baladas itinerantes da cidade… Aqui, é onde encontra-se o tradicional bar da Baden Baden (se você for em alta temporada vai levar um tempinho para conseguir uma mesa), o badalado Villa di Phoenix (com banda e muita gente bonita), o Mercearia, a chocolateria Montanhês, o famoso Pastelão do Maluf, entre outros.
  • Vista Chinesa: quando estiver indo embora de Campos, já na Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro, passando o portal da cidade, faça um pit stop no Mirante da Vista Chinesa (não recomendo parar na ida, já que terá que cruzar a estrada e é perigoso). Você apreciará a linda vista da Serra da Mantiqueira, com aqueles lindos mares e morros. Se parar por volta de 17h, verá um inesquecível por do sol (sou a louca dos #sunsets, ne?).

Passeios que você deve fazer caso tenha tempo

  • Museu Felícia Leirner + Auditório Claudio Santoro: é um museu a céu aberto que reúne obras da escultora nascida na Polônia e naturalizada brasileira. São 84 obras – 44 em bronze e 40 em cimento branco – espalhadas em uma bela área verde, cheia de Araucárias. Ela doou suas peças ao governo do Estado pouco antes de falecer, em 1996. Confesso que não entendemos o significado de muitas das obras, mas há uma visita guiada para quem quiser saber mais! Se estiver chovendo, esse passeio não é uma opção!

No local fica também o Auditório Claudio Santoro, onde acontece o Festival de Inverno.

Durante a semana a entrada custa R$ 10,00 e aos domingos é grátis.

  • Palácio da Boa Vista / Palácio do Governo: é a residência oficial de inverno do governador do estado, Geraldo Alckmin. Para quem gosta de apreciar arte, o Palácio conta com 3.500 obras de arte, entre elas da Tarcila do Amaral, Cândido Portinari, Anita Malfatti e Di Cavalcanti. É possível entrar para conhecer alguns cômodos da residência. A entrada é gratuita, mas prepare-se para enfrentar a fila!

 

  • Pico do Itapeva: um lugar para apreciar a natureza, caso o dia esteja aberto. Do alto dos 2.030 metros de altitude, você tem uma linda vista de 15 cidades do Vale do Paráíba. Se estiver nublado, nem perca tempo! Você não irá ver nada. As lojinhas de souvenirs que tinham no local não existem mais devido a uma ordem judicial. Portanto, atualmente a ida ao Pico é apenas para contemplação da natureza.

Curiosidade: O Pico do Itapeva não é território de Campos do Jordão, mas de Pindamonhangaba.

  • Santo Antonio do Pinhal e o Mirante Nossa Senhora Auxiliadora: quando estiver indo ou voltando de Campos – e se o tempo estiver aberto – vale a pena fazer um pit stop na entrada de Santo Antonio do Pinhal para conhecer o Mirante Nossa Senhora Auxiliadora. Aqui, o trem da Estrada de Ferro Campos do Jordão faz uma parada também.

Ao estacionar, antes de chegar no mirante, tem um café bem gostoso. Aproveite para fazer umas fotos divertidas no trilho do trem, além de muitos clicks na bela vista da Serra da Mantiqueira e Vale do Paraíba.

Curiosidade: o território onde fica a Santa é considerado Pinhamonhangaba.

Santo Antonio fica a 30 minutos de Campos e é uma opção para quem preferir se hospedar em um local mais tranquilo, mais barato e tão charmoro e romântico quanto Campos. Além desse mirante, a cidade oferece outras atrações, mas que vou explorar em outro post.

Além dessas atrações, você também pode andar de bondinho, fazer o passeio de trem pela Estrada de Ferro Campos do Jordão, visitar o Mosteiro São João – Irmãs Beneditinas, Casa da Xilogravura, Tarundu, fazer passeio a cavalo/ponei ou quadricícolo, Lenz Zoo e Parque Floresta Encantada, para levar a criançada etc.

Lugares interessantes, mas que ainda não conheço pessoalmente

  • Jardim Amantikir: infelizmente não conseguimos visitar esse belo jardim! Tentamos duas vezes nessa última ida a Campos, mas a neblina estava muito forte e preferimos não entrar, já que a visibilidade estava comprometida (e as fotos não ficariam tão lindas rs). Esse jardim foi inaugurado em 2007 e reúne 22 jardins com espécies vindas de diversos países como Inglaterra, Austrália, Alemanha e Japão, além de um labirinto de arbustos. Valor da entrada: R$ 40,00;

IMG_9682.JPG

  • Borboletário Flores que Voam: ainda não fizemos esse passeio, mas sabemos que é muito bacana fazer em dias de sol, já que as borboletas ficam mais animadas.
  • Horto Florestal: maior reserva florestal de Araucárias do Estado de São Paulo. Um lugar lindo e muito bacana para quem quer curtir a natureza.

Para quem gosta de compras

  • Feirinhas: ao lado da Igreja, do Capivari, tem uma feirinha com lojas estilo Camelô. Ali você vai encontrar várias peças de inverno a preços imbatíveis, como calça e blusa térmicas, meias de inverno, pantufas, coletes de pele, palmilhas de pele de coelho, cachecois etc etc etc! O melhor preço da cidade, certamente!
  • Shoppings: a cidade é repleta de mini shoppings, com roupas das mais caras, de grife, até as mais baratas. Quando você sai do miolo do Capivari, tudo fica mais barato. Ao lado dessa feirinha tem um shopping, com roupas de preços atrativos. Para quem gosta, dá uma olhada nas jaquetas que imitam couro… depois me contem! Vale a pena conferir.

Onde comer?

Como eu disse acima, Campos tem opções para todos os gostos e bolsos. Entre final de abril e começo de maio, por exemplo, teve a Festa do Pinhão no Capivari, com barracas de comidas típicas, a preços super acessíveis! Ao mesmo tempo, há outros locais mais sofisticados para apreciar uma boa comida e degustar um belo vinho. Seja qual for sua escolha, vou indicar alguns lugares que gostamos de ir (apesar que muitos estabelecimentos mudam de nome/dono a cada ano).

  • Gato Gordo: um dos mais tradicionais da cidade. Em alta temporada, fica extremamente cheio, com fila de horas de espera!
  • Myrian Doceria: em frente ao relógio, que marca a temperatura, na Vila Capivari, o café Myrian oferece salgados, sopas no pão e doces deliciosos. Caso queira tomar uma sopa, comer um salgado ou um doce, é uma boa pedida.
  • Pizza ao quadrado: ao lado do Café Myrian, você encontra a Pizza ao quadrado, uma opção mais em conta para quem quer comer algo rápido.
  • Safari Bar e Restaurante: restaurante mais badalado e mais caro, localizado bem no coração do Capivari. Ambiente super descolado, com uma disputada varanda na frente – uma delícia almoçar / jantar ou tomar um vinho olhando o movimento da rua. Mas tem que “dar sorte” para conseguir uma mesa ali. Há mesas dentro e na parte de cima também. Para comer, recomendo o festival de founde (queijo, carne e chocolate) para 2 pessoas, no valor de R$ 160,00. Muito bem servido. Outros pratos bem gostosos, porém mais caros, são o arroz negro com escalope de carne por R$ 75,90; e o Abadejo Al Mare por R$ 85,90.

IMG_0125

  • Pesqueiro Truta Azul: quando saímos da nossa missão furada de tentar visitar o Jardim Amantikir, paramos para almoçar no Pesqueiro Truta Azul, que fica ali do lado – não vale uma ida exclusivamente para comer neste restaurante. Eles possuem tanques para pesca da truta, mas optamos por pedir o prato, sem ter que pescar. O prato individual de truta (você pode escolher os diferentes molhos e acompanhamentos) custa em torno de R$ 45,00.

Hospedagem

Clique aqui e reserve o seu hotel no Booking.com*

*Sempre que for realizar suas reservas pelo Booking, faça por meio desse link (já deixe salvo em seus Favoritos). Você não paga a mais por isso, é totalmente seguro (ambiente do próprio Booking) e ainda contribui com o nosso site. Agradeçemos muito a sua ajuda 😉

O que não recomendo fazer em Campos do Jordão

Seguem os passeios que, na minha humilde opinião, não valem tanto a pena fazer. Porém, gosto é gosto e cada um tem o seu. Portanto, sugiro que vá, conheça, experimente e, assim, forme a sua opinião.

  • Fábrica de Chocolate Aracuária: a visita é gratuita, mas você limita-se a observar o trabalho dos funcionários por meio das janelas. Na parte superior eles tem um pequeno “museu” contando a história do cacau e da empresa. Na saída, você pode comprar os chocolates na lojinha. Na minha opinião, achei sem graça!
  • Ducha de Prata: o local reúne várias quedas d’água artificiais que podem ser observadas de vários ângulos por meio de passarelas de madeira. Já foi muito mais bonito, hoje eu não acho que é um passeio legal de fazer – fora que cheira mal. Mas oferecem atividades como arborismo, arco e flecha e tirolesa. A criançada adora.

O que eu mais gosto do local são as lojinhas que tem na frente, com preços mais acessíveis que no Capivari. Inclusive, uma boa dica é comprar chocolates na Doce Cabanna Gourmet, bem na rua, em frente a entrada. O que no Capivari você paga cerca de 160,00 o kilo do chocolate – no Montanhês passa de R$ 200,00 – aqui vai pagar em torno de 89,90 (não é a mesma marca, mas é de qualidade e muito gostoso). Aproveite para comprar as lembrancinhas!

Campos do Jordão é pequeno em tamanho, mas recheado de atrações incríveis! E você, gostou do post? Alguma dica para acrescentar? Deixe um comentário para a gente.

Leia também

 

Destinos românticos: Pousada A Rosa e o Rei, em São Francisco Xavier

Beco do Batman: turistando em São Paulo

Templo Zu Lai: um passeio gratuito em São Paulo

O nosso casamento na Tailândia, na praia de Koh Phi Phi

 

36 comentários sobre “Os melhores (e piores) passeios em Campos do Jordão

  1. Caroline Rivera

    Juuuu!!! Que post maravilhoso!
    A gente queria muito ir pra lá esse ano, vou super aproveitar as dicas do seu post.
    Amei esse museu de céu aberto e o Baden Baden tour, vou incluir com certeza!
    E as dicas de restaurantes também estão ótimas!
    Gostou do seu hotel? Se puder me passar o nome também. 😉😉
    Bjokas

    1. osvoosdaxoana

      Oi Carolzinha, nós alugamos um apartamento pelo Airbnb, por isso não dei dica de hotel! Nunca fiquei hospedada em um lá… sempre vou no bate e volta, fico na casa de algum amigo ou, como dessa vez, que alugamos ap! Beijão

  2. Luisa Galiza

    Nossa eu adorei o post! Falta artigos assim na internet onde você separa direitinho o que deve ou não fazer nos passeios. E também citar aquilo que não conseguimos conhecer.. Parabéns!!!

  3. Alice

    Acredita que ainda conversei sobre a cidade ontem ? Ja passei 3 vezes do lado e nunca parei. Acredito que esse ano sera O ano para conhecer Campos de Jordão. Imagino como deve ser delicioso curtir da naturaleza com um chocolate suíço quente. ( adoro a Suíça)

  4. Mariliza

    Gostei do título rs.. fiquei ainda mais curiosa para ler. Ju amo o frio, cidades de baixa temperatura,adoro Campos e concordo com vc com opções não interessantes rs.. até hoje não consegui ir na fábrica da Baden Baden, da próxima com certeza vamos. Adorei o post e Campos continua sempre um charme. Bjsss

  5. Débora Savaget

    Eu gosto muito de Campos do Jordão! Concordo quando diz sobre opções para todos os gostos e bolsos… Realmente dá para ir a Campos e gastar pouco, ou muito!
    Nunca subi no teleférico, confesso que tenho um pouco de medo rs Mas também não fui ao Morro do Elfante… Da última vez quase fui, mas estava com tempo corrido aí fui só na Vista Chinesa. Mais um motivo para voltar a Campos… rs
    Já o Baden Baden Tour é o passeio que sempre faço quando vou a Campos hahaha
    A Fábrica de Chocolate Araucárica também sempre visito… Não por observar a fábrica, pois depois da primeira ida perde a graça mesmo, mas pelos chocolate de lá, que pra mim, é uma delíciaaa!
    Nunca tinha ouvido falar no Palácio da Boa Vista, achei interessante… Vai ficar para a próxima também!

  6. Aninha Lima

    Esse post caiu como uma luva pois está sobrando um tempinho em junho e eu acho que vou conhecer a cidade!! Na última pascoa estive em Pinhal e adorei. fui no Mirante da Auxiliadora mas era só nuvem e não deu para ver nada! Também tenho fotos lindas no trilho do trem.

  7. Keul Fortes Ana Raquel

    Gente, esse post apareceu na época certa. Logo quando estou planejando meu roteiro a Campos de Jordão no próximo mês. Tentarei fazer o máximo de passeios que você mencionou em dois dias! rs. Obrigada pelas dicas! Fiquei com mais vontade de chegar logo o dia da viagem. =)

  8. Alexandre Nunes

    Eu gostei muito dessa cidade, fui com a familia no carnaval… Exatamente como voce falou, um destino que agrada a todos os bolsos. O Jardim Amantikir é lindo demais, tive a sorte de ter ido num dia bom

  9. Danielle

    Tem tempo que não vou para Campos do Jordão. Queria muito fazer o tour da Baden-Baden e o passeio do trem. Nao sabia que o Pico do Itapeva ficava em outro municipio. Vou me planejar para agendar os passeios que faltam.

  10. LORENA BRITO

    Ju, amei as dicas, já fomos algumas vezes para Campos também mas não fizemos vários desse passeios, precisamos voltar! Campos é sempre bom, mas realmente, em alta temporada fica um pouco caótico né? Bom mesmo é ir antes da \”muvuca\” começar para curtir um friozinho a dois!

  11. Anna Claudia Rodrigues

    Tentei ir em junho de 2016, mas foi impossível… hotéis nas alturas e poucas opções ainda restavam, Ainda não conheço, mas adoraria,porém, fora da alta temporada. Queria pegar um friozinho de leve e a cidade mais tranquila, sabe? quando seria uma boa época?

  12. Marcos Brito de Amorim

    Muito bom saber os lugares que devem ou não ser visitados antes de montar o roteiro, ainda mais para quem não conhece a cidade como eu. Campos do Jordão é mais um destino que quero conhecer e agora já sei o que visitar quando for. Quanto a época do ano também prefiro viajar fora de temporada para aproveitar mais. Obrigado pelas dicas!

  13. Livia

    A família do meu pai é de Campos do Jordão, chama Fracalanza diz que tem na estação ferroviária alguma coisa sobre isso… Nunca fui, um dia quero ir e fazer todos esses passeios. Lindo post Ju, parabéns!! Beijos

  14. Priscilla Fujihara

    Adorei as dicas!! Eu já fui umas três vezes pra campos e sempre esqueço de ir nesse parque Amantikir, rs. Acho as fotos lindas por lá, quero muito conhecer!
    Fora o passeio do Morro do Elefante que estava em manuntenção da última vez que fui, adorei e aprovo os demais passeios “prioritários”.

    Amo Campos!! Amei as dicas dos outros passeios, com certeza farei eles na próxima!

  15. Makenna

    Sempre leio algo sobre Campos do Jordão e fico me perguntando porque ainda não conheço.
    Eu também sou a louca dos sunsets, hehe.
    Vou programar para comemorar aniversário de casamento por lá, acho que é ideal para isso e aproveitar para usar suas dicas.
    Abraços.

  16. Liany Garves

    Sempre sou suspeita nos posts de Campos do Jordão. Nasci lá e morei a vida inteira e hoje em dia sempre vou visitar meus pais. Apesar de não ver a cidade como uma turista, também gosto das atrações turisticas de lá e concordo muito com você nas suas opiniões. Também não gosto muito da Ducha de Prata e nem do chocolate araucária. Agora você precisa ir ao horto florestal, é meu local preferido na cidade. Da pra ficar lá o dia inteiro!!

  17. Dhebora

    Eu amo Campos do Jordão! Acho a cidade charmosa, as pousadas boas (mesmo as mais simples) e a gastronomia maravilhosa. Só acho os preços praticados um pouquinho acima da média, mas a gente releva. Super concordo contigo em relação a Ducha de Prata!! Na primeira vez que estive na cidade foi uma decepção e hoje em dia sempre aconselho as pessoas a passarem longe! Hahaha

  18. Juliana Noronha

    Ju, adorei o seu olhar sobre a cidade. Mas gostei principalmente das suas indicações sobre o que não fazer. Acho que muitas vezes falta isso nos blogs em geral. Não é porque determinado ponto turístico é conhecido que a gente tem que ir e adorar.
    Obrigada por compartilhar essas dicas de Campos do Jordão! Essa cidadezinha é um charme, já namoro há anos, mas só por foto

  19. christine

    Eu também adoro Campos e confesso que meu restaurante preferido também é o safari, e tenho altas fotos lá de cima da pedra do elefante, mas não andei de teleférico e nem no trenzinho, mas quando voltar vou com certeza!!!
    E não podemos esquecer as maravilhosas lojas principalmente as adeptas como eu que adora uma bota né!!!

  20. Thais e francys

    Dicas bacaníssimas, post claro é muito esclarecedor.parabéns pela bela matéria. Anotei todas as dicas. Mil bjks.Top demais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *