Os Voos da Xoana

Dicas de passeios seguros no Rio de Janeiro

Ao falar em Cidade Maravilhosa, há muito mais experts que eu, “paulistana da gema”, mas vim aqui compartilhar com você algumas dicas de passeios seguros no Rio de Janeiro que eu acredito valer a pena fazer.

Já fui para o Rio algumas vezes – duas no Carnaval, para curtir os bloquinhos de rua; uma no reveillon e outras datas não específicas. Nessa minha última ida, em abril de 2017, fomos especialmente para a Despedida de Solteira de uma amiga, que escolheu a cidade como destino para a festança. Mas a viagem não foi só festa e bagunça, aproveitamos para conhecer alguns pontos turísticos que ainda não tínhamos visitado, como o Boulevard Olímpico e o Museu do Amanhã.

Eu adoro o Rio de Janeiro e, para mim, é uma das cidades mais bonitas do Brasil (ou A mais bonita). Pena ser tão violenta – mas São Paulo e outras cidades menores também são, né? O astral e a variedade de programas que a cidade oferece compensam! Entre as milhares de opções, selecionei para você as que, no meu ponto de vista, são as imperdíveis – e mais seguras. Confira:

  • Zona Portuária

A zona portuária foi reformada e inaugurada para as Olimpíadas, em 2016. É o novo ponto turístico carioca. Atualmente conta com um calçadão de 3,5 km, todo policiado. Senti-me bem segura ao passear por ali. Nela encontram-se:

– Praça Mauá: antes de chegar no Museu do Amanhã você passará pela Praça Mauá, que marca o início da zona portuária. Você vai encontrar várias barraquinhas de artesanato e food trucks. Aproveitamos para almoçar ali mesmo, no estilo BBB (bom, “bonito” e barato): um prato com espetinho misto (carne, linguiça e frango), arroz, farofa e vinagrete, por apenas R$15,00.

– Museu do Amanhã: mais um belo projeto arquitetônico brasileiro. Conhecemos o local apenas por fora, já que não tínhamos muito tempo para desfrutar todo o conteúdo que o museu oferece. Para quem tiver interesse em conhecer por dentro, a dica é comprar o ingresso antecipado pela internet (venda com hora marcada), já que as filas são enormes e eles reservam poucos ingressos para venda no local. A visita por fora já é um espetáculo! O lugar é lindo e, para dar uma descansada, vale a pena dar um pit stop no café que tem na parte de trás, uma delícia! E como no Rio você encontra artistas por todos os cantos, na mesa ao lado da nossa estava o Helio de La Pena, ator do Casseta e Planeta.

Você sabia que essa obra custou R$ 300 milhões e foi bancada pela Prefeitura do Rio, em parceria com a Fundação Roberto Marinho e patrocínio-master do Banco Santander?

– Letreiro Rio Eu Te Amo: na frente do Museu do Amanhã encontra-se o concorrido letreiro “Rio Eu Te Amo”. Quando chegamos, tinha uma fila “organizada” para tirar fotos (claro que sempre tem um engraçadinho querendo tirar vantagem e passar na frente). Atrás do museu fica a Marinha Brasileira.

IMG_7636.JPG

Letreiro “Rio Eu Te Amo”

– Boulevard Olímpico e Mural Etnias

Da Praça Mauá/Museu do Amanhã, você vai caminhando até o Mural Etnias, onde encontram-se as famosas e belas pinturas do artista Eduardo Kobra.

Entre o Museu do Amanhã e o painel Etnias, você vai se deparar com esse lindo grafite (que muitos pensam ser do Kobra, mas não é) da artista Panmela Castro, também conhecida como Anarkia Boladona. Nesse quadro, ela pintou a Nice, deusa da vitória, na mitologia grega. Como inspiração, ela utiliza a relação do corpo feminino com a cidade. Há outros trabalhos da artista espalhados pela cidade.

PanmelaCastro.jpg

Grafite da Panmela Castro, também conhecida como Anarkia Boladona

O Painel Etnias foi pintado especialmente para as Olimpíadas e faz uma homenagem aos primeiros habitantes de cada um dos continentes. Entrou para o Guiness Book como maior painel de street art do mundo. Merecidíssimo! Ficamos ali contemplando essas obras de arte e a sensação era a de que os grafites vão “crescendo”, tomando ainda mais forma e as cores vibram.

Como chegar?

Nós fomos de Uber (achei muito barato se locomover de Uber pela cidade), mas é possível chegar por meio do VLT, uma espécie de bondinho, bem prático e confortável.

Boulevard Olimpico

Corcovado: uma das 7 maravilhas do mundo e cartão postal da cidade, visitar o Cristo Redentor é daqueles passeios “must do”. A minha dica é não comprar o ingresso com muita antecedência, já que nunca sabemos como estará o clima da cidade no dia. Se estiver nublado, você não verá nada e praticamente “perderá a viagem”. Portanto, a minha sugestão é: chegue no Rio, veja como está o tempo e, se estiver aberto, compre pela Internet e suba de bondinho.

– Pão de Açúcar: mais um cartão postal da cidade. Nós não subimos o morro, mas só de apreciar essa vista já é um encanto. Paramos o carro no Aterro do Flamengo para esse click 😉

Atenção: ao parar para tirar fotos, fique esperto com máquinas fotográficas e celulares. Há oportunistas por todos os lados. Atenção redobrada é a dica principal (no Rio e em qualquer outro lugar desse mundão).

– Calçadão de Copacabana / Orla de Leblon / Ipanema / Morro Dois Irmãos: se você gosta de praticar esportes, as orlas são ótimas para uma corrida, caminhada, patins, pedalada (você pode alugar bikes) ou até mesmo um passeio despretencioso. Gente bonita circulando por todos os lados, corpos sarados, bares a beira mar… super astral! E nessa última ida, Papai do Céu nos deu presenteou com um belo pôr-do-sol, daqueles de transbordar o coração de amor e gratidão. O sol vai se pondo atrás do Morro Dois Irmãos, que abriga a comunidade do Vidigal.

– Lagoa Rodrigo de Freitas: a linda lagoa situada na Zona Sul da cidade possui com pouco mais de 7km de extensão. No fim do ano, costumava receber a famosa Árvore de Natal (ano passado não fizeram por falta de patrocínio).

– Mureta da Urca: vale a visita em qualquer horário, mas na minha opinião, o entardecer é o ponto alto. O sol de pondo, iluminando o Cristo, os aviões descendo, aquele céu laranja, a Baía de Guanabara… sensacional! Para os amantes de um sunset, como eu, é um espetáculo a parte. A galera fica toda sentadinha na mureta, tomando uma cerveja gelada e esperando esse espetáculo da natureza acontecer. E o Cristo ali, abençoando tudo isso. Demais!

– Arpoador: mais um lindo local para apreciar um dos maiores espetáculos da natureza – o sunset. Suba na pedra por volta das 17h/17h30, sente e aguarde o sol de por.

-Jardim Botânico: um parque lindíssimo, o mais antigo do Brasil, com mais de 200 anos. Hoje ele funciona como um instituto de pesquisa. Ótima opção para ir com crianças, amigos, casal, família… só não é uma boa alternativa para os dias de chuva.

O ingresso custa R$ 15 (grátis para menores de 5 anos e meia entrada para maiores de 60 anos). A bilheteria aceita apenas dinheiro em espécie.

Praias: independente de qual escolher, a dica é beber o famoso mate gelado com (ou sem) limão e comer o biscoito Globo.

IMG_2694

– Parque Lage: Localizado no bairro Jardim Botânico, o Parque Lage tem entrada gratuita e no palacete principal está o Café do Pátio que oferece café da manhã, lanches e pequenas refeições. É uma ótima opção para passear com a família, para fazer piquenique, passar o dia, tirar fotos, brincar nos parquinhos. Fui uma vez em um evento, mas ainda não conheci durante o dia.

Cidade do Samba: aqui é onde são feitos os carros alegóricos e confeccionadas as fantasias das Escolas de Samba. É muito interessante entrar para conhecer como tudo é feito.

A “Night” no Rio de Janeiro

-Lapa: sugiro ir, pelo menos uma noite, na Lapa. É o bairro mais boêmio da cidade e muito conhecido pelas casas de samba, mas há opções para outros gostos musicais também. Eu gosto de ir para sambar até o pé fazer bolha (rs). Algumas sugestões de casas de samba: Carioca da Gema, Rio 40 Graus e o mais turístico, Rio Scenarium, que não é o meu preferido.

IMG_7718.JPG

Pit stop muito rápido no Arcos da Lapa. Infelizmente é uma região muito perigosa durante o dia, cheia de moradores de rua e usuários de drogas.

-Baile da Favorita: tenho MUITA vontade de conhecer um verdadeiro baile funck carioca, mas como estávamos em muitas mulheres devido a Despedida de Solteira, preferimos alugar uma van e ir no Baile da Favorita, na Rocinha, mais elitizado, cheio de artistas e pessoas bonitas. Entre as celebridades, estavam: Bruna marquezine, Fernanda Paes Leme, Fiorella Mattheis e, claro, a promoter Carol Sampaio. Foi incrível!!!

Ensaio de Escola de Samba: ta aí um programa que eu ADOREI fazer. Muuuito samba no pé, energia positiva e alegria! Fomos sambar no Acadêmicos do Salgueiro, foi incrível! Ver a bateria tocando ali, do seu ladinho, aquelas mulheres sambando… arrepia a alma!

Agora uma lista de passeios que ainda não fiz: ótimos motivos para voltar mais e mais vezes.

– Pedra da Gávea

Confeitaria Colombo do Forte de Copacabana

Aqua Rio: maior aquário da América Latina

– Candelária e Pira Olímpica

– Bondinho de Santa Tereza

-Mirante Dona Marta

E muitooooo mais! Se você começar a ler sobre o que fazer no Rio, vai se deparar com milhares de opções! Escolha as que melhor se encaixam com o seu perfil!

Hospedagem

Clique aqui e faça a sua reserva no Booking.com*

Caso queira alugar carro, clique no banner abaixo e alugue o seu na RentCars.com* 

*Ao fazer a sua reserva por meio dos links disponíveis neste blog, você não paga nada a mais por isso e ainda nos ajuda a manter o blog, com uma pequena comissão que recebemos destas empresas. Agradecemos a sua ajuda 😉

No quesito segurança…

Sabemos que há orientações “básicas” para evitar, na medida do possível, uma situação indesejada. Infelizmente, mesmo com todas essas medidas, podemos ser vítimas de um furto/assalto. Mas a dica é sempre ter a atenção dedobrada, afinal, há oportunistas por todos os lados. Portanto, evite: 

  • usar joias;
  • ir ao centro à noite;
  • carregar máquina fotográfica no pescoço ou em outro local muito visível;
  • usar o celular enquanto passeia;
  • pegar taxi rua. Prefira chamar Taxi/ Uber pelo aplicativo;
  • levar uma bolsa cheia de coisas para a praia. Leve o mínimo necessário.

Alguma sugestão para acrescentar? Deixe um comentário pra gente 😉

Aproveite para conhecer o blog da carioca Diana Viaja e ler as dicas que ela preparou sobre a cidade – olhar de uma “carioca da gema”;

Conheça também o blog O Mundo e Minhas Voltas e confira a visão da Lívia sobre a capital carioca.

Dicas de onde comer? Clique aqui e leia as sugestões da Família Sem Fronteiras.

——————————————————————————————-

Ao viajar, lembre-se de contratar o Seguro de Viagem Allianz. Ao utilizar o cupom 2017AFL, ganhe 15% de desconto. Se preferir, clique aqui e faça a sua cotação diretamente no site.

—————————————————————————————————

Siga Os Voos da Xoana no Facebook, Instagram, Pinterest e Youtube e acompanhe as nossas novidades.

22 comentários sobre “Dicas de passeios seguros no Rio de Janeiro

  1. Pingback: O Mundo e Minhas Voltas || Saiba como aproveitar o tempo corrido na cidade maravilhosa - O Mundo e Minhas Voltas

  2. Renata Telles

    Eu sou suspeita pq sou cariocaaa da gema, amo o Rio, mas moro em Sampa há 6 anos por conta de trabalho. Infelizmente a cidade não é segura em nenhum lugar, quando vou prá lá fico ligadíssima! Entretanto, achei a parte da zona portuaria muitooo boa e policiada!! Fui de metrô e desci na Presidente Vargas (de lá vc anda uns 10 minutos). Entre todos esses passeios, o meu favorito é a mureta da urca!!! Mas nós vamos no Pobreta da Urca! O visual é o mesmooo, mas os bares dessa parte tem a cerveja mais barata!! rsrs bjss

  3. raquelalice

    Eu amooo o Rio de Janeiro, acho tudo de bom! E adorei a matéria! Só não conheço ainda o Jardim Botânico e o Baile da Favorita, mas já vou colocar na minha listinha para visitar da próxima vez que for ao Rio.

  4. christine re

    Como eu sou carioca da gema posso falar por experiência, você precisa voltar sim, pois deixou pontos lindos para trás kkkkk, agora também visitou cada um de tirar o fôlego, e teve o privilégio de ir aos meus favoritos que é a lagoa minha número 1 amo esse lugar, e adoro umas boas fotos num dia de sol do pão-de-açucar e também adoro sentar e me perder no tempo ali no arpoador olhando os surfistas e o morro dois irmãos…

  5. Manuela

    Escolheram muito bem o destino para a despedida de solteira!!! O Rio tem baladas fantásticas!!! Os passeios são sensacionais também, com cada lugar mais lindo que o outro!!

  6. Débora Savaget

    Sou carioca, mas moro em São Paulo há algum tempo…. Sempre que vejo um post sobre o Rio de Janeiro meu coração se enche de saudades… Realmente você abordou um tema importantíssimo, que é a segurança… Em todos os lugares é preciso ter esse cuidado, mas (na minha humilde opinião de carioca rs) no Rio acho que precisamos redobrar a atenção! Adorei suas dicas, apesar de carioca ainda tem alguns lugares que não conheci, então mais um motivo para ir visitar os parentes hahaha!

  7. Mariliza Domingos

    Muito legal esse roteiro, ainda não conheço Boulevard Olímpico, estou programando pra ir para o Rio, quero conhecer o aquário também. Queria fazer um passeio diferente dos tradicionais, mas acho que não vai rolar, vou seguir seus passeios seguros mesmo rs.. Parabéns pelo post adoreii bjss

  8. Aninha Lima

    sou carioca e achei as duas dicas maravilhosas. Infelizmente temos que tratar o rio assim: separando os lugares,pois pode ser muito inseguro dependendo da onde você for.
    Quando voltar, Vamos tomar um chopinho na mureta!!

  9. Maria Carolina

    Adorei o seu post… e infelizmente o Rio está assim mesmo, cheio de lugares lindíssimos, mas que por causa da violência temos que selecionar os melhores lugares. Tirando a violência o Rio seria a melhor cidade do mundo. É linda por natureza.

  10. Luisa Galiza

    Arrasou nesse post, arrasou!! Muito legal dedicar um artigo pra falar sobre os locais seguros no Rio. Bem diferente do que estamos acostumados a ver nos blogs de viagens. parabéns gata!

  11. Anna Claudia Rodrigues

    Que post legal! Eu ainda não conheci o Museu do Amanhã e queria ir no Baile da Favorita tb. Pedra da Gávia é outra coisa que quero muito, mas tenho que ir com mais tempo, pra deixar um dia só pra trilha. Tem um milhão de coisas legais que eu quero fazer no Rio ainda, na verdade, acho que eu deveria morar no RJ, isso sim!

  12. Alice

    Morei dois anos no ano e se o primeiro ano me senti super tranquila, o segundo ja comecei a sentir aquele medo e o nó na barriga. Adoro essa cidade que apesar de perigosa é linda. Fui super surpresa quando voltei ao centro ha alguns meses e consegui andar sem me sentir em perigo. Porque o centro sempre foi assim: muitos moradores de rua, drogados e muita insegurança. ( sou gringa e da para ver so olhando para minha cara de francesa KK) . JA fui perseguida la :-0 – Fizeram algo incrível na zona portuária ! Ficou lindo ! Mudou a cara dessa parte da cidade e espero que continue assim

    Voce, como sempre, linda nas suas fotos

  13. Livia Zanon

    Sou suspeita para falar do Rio, queria conhecer mais, adorei o post Ju ficou lindo… Muito bom saber os passeios seguros para se fazer por lá, não vejo a hora de voltar à cidade maravilhosa!! =D

  14. Juliana Noronha

    Juliaaaa, me matou de saudade agora com esse post. Sou apaixonada pela minha cidade e apesar de todos os defeitos, para mim, é um dos lugares mais bonitos e completos para se conhecer. Tem atração para todos os gostos.

    Na sua próxima visita, se gostar de trekking, recomendo fazer o do Morro Dois Irmãos e o da Pedra Bonita. O visu é simplesmente incrível!♥

  15. Milzar

    Segurança é tudo em uma viagem, porque pode nos trazer cada dor de cabeça. E como assim você assistiu a um ensaio de uma escola de samba? Magnífico, nunca tive essa oportunidade, tenho na cabeça que é uma muvuca de gente e nunca tive coragem, rs. Beijos.

  16. Lorena Marques

    Simplesmente AMO O RIO DE JANEIRO!!! Sinto muita falta de visitar essa cidade maravilhosa igual antigamente quando ia a cada quinze dias. Senti uma saudade vendo suas fotos e voltarei em breve!! Abraços. Amei o post 😀

  17. Livia Melo

    Adorei esse post! Já o título me conquistou – como não querer fazer passeios em segurança em uma das cidades mais perigosas do Brasil? Mas olha, o que você disse está certíssimo, cidades menores também estão muito violentas. Aqui em Fortaleza a coisa tá séria… infelizmente. =( Sou doida pra conhecer o Museu do Amanhã e a nova zona portuária, bom saber que está tranquilo de passear! Fui ao Rio em 2007, acho que quando voltar, tirando a paisagem natural, vai parecer outra cidade, rs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *