Os Voos da Xoana

Desafio Wanderlust: 10 perguntas e respostas sobre mim

Como sou uma viciada assumida por viagens (ainda bem que é um vicío bom, né?), fui desafiada pela Lívia, do blog O Mundo e Minhas Voltas, para participar do Desafio Wanderlust, também chamado de TAG Wanderlust, uma brincadeira entre os blogueiros de viagens, que consiste em 10 perguntinhas sobre esse desejo maluco de viajar e algumas curiosidades.

É uma forma bacana de você conhecer mais sobre mim. Desafio aceito!!!

Mas, afinal, o que é Wanderlust, que todo mundo fala?

É a união dos termos “Wandern” = caminhar/vagar + “lust” = paixão. O resultado? Paixão por viajar!  É aquela sensação doida de querer viajar toda hora, para qualquer lugar. Quem mais se identifica?

Desafio Wanderlust: 10 perguntas e respostas sobre mim

1. Quando e para onde foi o seu primeiro avião?

Para a Disney, aos 8 anos de idade. Lembro como se fosse ontem: meu pai foi me buscar na escola, dizendo que iríamos viajar juntos. Não sei o que mais me emocionei – ver ele na porta da escola (meus pais são separados desde que tenho 2 aninhos) ou saber que iríamos viajar, só nós dois.

2. Para onde já foi e gostaria de voltar?

Eu voltaria para vários lugares, apesar de preferir conhecer novos destinos. Um País que eu certamente voltaria é o Egito.

Fui para lá em 2006 e foi a realização de um sonho de infância. Sempre fui doida para conhecer as pirâmides e essa viagem foi muito mais que isso: conheci uma cultura completamente diferente da nossa, fiz amizades sensacionais, que carrego até hoje, vivi uma experiência única, em lugares encantadores e, de “presente”, ganhei uma mordida de um camelo hahahahahaha

Oi? rs

Chego eu numa das 7 maravilhas do mundo: “caipira” do interior de São Paulo, que estava de queixo caído e em choque por estar vendo de perto aquelas maravilhas e realizando seu sonho de infância! Avisto um camelo… Aqueles “bichinhos” fofos que sempre quisemos ver de perto.

Pergunto para uma amiga egípcia se posso tirar uma foto com ele, e ela disse: claro, pode ir, não é perigoso! Oba! Cheguei mais perto (nem tão perto assim) e…. Nhacccccc! Aquele “pequeno ser” me deu uma bela mordida nas costas!!!

Sério, dei um grito tão alto que muita gente veio ver o que tinha acontecido! Na hora só me passava pela cabeça: pronto, morri! Vou virar manchete mundial: “caipira morre nas pirâmides do Egito mordida por um camelo”!

Segundo os locais, camelo não costuma morder humano… Quando eles mordem é para arrancar pedaço! No meu caso, segundo eles, o camelo sentiu o cheiro da brasileira e só quis dar um beijinho. Detalhe: era um camelo da polícia.

Graças a Deus a mordida não sangrou, senão teria que ir para o hospital – não sabemos que tipo de doença eles podem transmitir! Mas ganhei uma tatuagem que ficou marcada nas minhas costas por vários meses – tomei antibiótico, inclusive. Esse episódio só deixou a viagem ainda mais emocionante e inesquecível!

Foi uma das – senão A – melhores viagens da minha vida! Ficou carimbada em meu coração – e nas minhas costas rsrsr

3. Você está viajando amanhã e dinheiro não é problema, pra onde você vai?

M-A-L-D-I-V-A-S! Sonho de consumo conhecer esse paraíso, fazer nada mais que olhar aquele mar azul turquesa o dia inteiro e mergulhar com muitos peixinhos.

Esse era um lugar que queríamos fazer o nosso casamento, mas como está na lista dos mais caros do mundo, mudamos de planos e escolhemos a Tailândia. Nada mal também, né? Paradisíaco também e bem mais barato.

Desafio Wanderlust: 10 perguntas e respostas sobre mim

Nosso casamento, em maio de 2016, na ilha de Koh Phi Phi, na Tailândia

Quem sabe conseguimos ir para as Maldivas renovar os votos? Celebrar 5 anos de casados e dizer “SIM” novamente será mais uma realização de sonho #oremos

4. Método preferido de viagem: avião, trem ou carro?

Viajar de carro só se for muito necessário e até umas 4-5 horinhas. Mais que isso já prefiro avião! Para o Rio de Janeiro, por exemplo, prefiro muito mais pegar uma ponte aérea do que dirigir (ou ir de passageira) por 5 horas. Até porque, tenho mais medo de carro na estrada do que de avião no ar.

5. Site preferido de viagens?

Os Voos da Xoana rsrsrs

Brincadeiras a parte (com aquele fundinho de verdade), adoro acompanhar os blogs da amigas viajantes. Entre eles:

O Mundo e Minhas Voltas, Família Sem Fronteiras, Diana Viaja, Trip a Doiss, A Janela Laranja etc.

6. Para onde você viajaria só para comer a comida local?

Posso falar para onde eu voltaria só para comer a comida local? Sinto falta da saborosa comida tailandesa (Pad Thai e aquele arroz frito), dos waffles da Bélgica, e das lambretas e carangueijos, de Salvador.

Gosto de experimentar a culinária local dos lugares que passo (com exceção dos bichinhos da Tailândia), mas não consigo pensar em um lugar que eu iria só para comer a comida local.

Como moro em São Paulo, encontramos qualquer tipo de comida, a qualquer hora – e, muitas vezes, até melhor do que no próprio país de origem.

7. Você sabe seu número de passaporte de cabeça?

Ixi, não. Quanto estou viajando, principalmente pela Europa, que temos que usar o número toda hora, acabo decorando. Mas como tenho memória seletiva (rs), esqueço quando volto para o Brasil.

Ultimamente, com toda a tecnologia, não sei nem o número do telefone do meu marido de cabeça.

8. Você prefere o assento do meio, corredor ou janela?

Corredor! Tenho “siricutico” e toda hora quero levantar, seja para pegar ou guardar alguma coisa na bolsa, fazer xixi ou mesmo dar uma volta para esticar as pernas. Se sento na janela, certamente duas pessoas vão me odiar ao final da viagem.

9. Como você passa o tempo quando está no avião?

Dormindo! Hahahahaha como uma dorminhoca de plantão, entro no avião e já começo a me ajeitar para dormir. Se eu durmo gostoso? Na na ni na não! Mas prefiro pensar que estou descansando para chegar mais disposta no destino (mesmo que seja apenas uma doce ilusão).

10. Existe algum lugar para onde você nunca mais voltaria?

Nunca diga nunca! Prefiro dizer que eu prefiro não voltar para os lugares que já conheci, com algumas exceções. Mas, respondendo diretamente a pergunta, não voltaria para Bangkok.

Se depender de mim, vou direto para as praias paradisíacas. Mas, todavia, entretando, se alguém estiver viajando comigo e fizer questão de conhecer a capital tailandesa, eu passaria uns dias novamente lá.

Aproveite para ler as nossas dicas sobre Bangkok e o que fazer na capital em 4 dias.

 

Espero que tenha gostado do Desafio Wanderlust! E ai, topa ser desafiado e deixar as suas respostas aqui nos comentários? Vou adorar conhecer um pouquinho mais sobre você 😉

Agora quero conhecer um pouquinho mais dos blogs Dedo no Mapa, Do Norte ao Sul Caminhos da Ju, Documento de Viagem, e Vamos de Mochila BR. E ai, aceitam o Desafio Wanderlust? 🙂

3 comentários sobre “Desafio Wanderlust: 10 perguntas e respostas sobre mim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *